quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A visão dos presidentes sobre a nova área de RH

A revista Você RH, ed. 28 – out/nov 2013, traz um artigo sobre a visão de seis presidentes sobre o que consideram que seja a área de RH ideal. Resumidamente, seria mais do que uma área de suporte, mas uma parceira fundamental para o sucesso e futuro do negócio, cuidando do clima e cultura organizacionais, promovendo encontro de gerações, atraindo, desenvolvendo e retendo talentos. Abaixo, uma síntese das percepções de cada um dos entrevistados.
Presidente entrevistado
Como vê a função de RH
Com olhar de presidente, o que faria na função de RH
Henrique Alves – Soc. Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein
-       Árbitro de interesses diversos.
-       Atrair, desenvolver e motivar profissionais.
-     Acompanhamento de novas tecnologias da área.
-       Pesquisa de clima; avaliação de desempenho; mapa de competências.
-       Aprender com os melhores.
Osni de Lima – Grupo Solvay, na América do Sul
-       Buscar ser reconhecido pelos funcionários e líderes.
-       Estabelecer um bom clima e disseminar a cultura.
-       Mais tempo para as pessoas.
-       Políticas de RH agressivas.
-       Retenção de talentos e formação de lideranças.
Fátima Marques – Hay Group, para a América Latina
-       Conexão com todos os níveis.
-       Boa leitura interna.
-       Posição firme “diante de atitudes inconsistentes com os valores da empresa”.
-       Atenção à forma como os líderes tratam seus funcionários – se comunicam com clareza sobre metas; orientam carreiras; dão autonomia;, se desafiam e reconhecem; se praticam meritocracia e se são coerentes.
Donizete Santos - SKF
-       Atrair, desenvolver e reter os melhores talentos.
-       Aliado com as tendências.
-       Valorização de pessoas.
-       Ambiente adequado ao encontro de gerações.
-       Preservar e valorizar o conhecimento adquirido, incorporando a visão dos jovens profissionais.
Hector Aguilar – GE, para América Central e Caribe
-       Visão global do negócio, atuando como parceiro.
-       Mudar da “gestão de pessoas” para “gestão de negócio”, com entendimento de aspectos comerciais, financeiros e operacionais.
-       Mais proatividade e menos reatividade.
Alexandre Hohagen – Facebook, para a América Latina
-       Inspirar os que chegam.
-       Encorajar pensamento inovador, ações rápidas e empreendedorismo.

Sua empresa tem uma “Área de RH”, ou ainda está na época do “Departamento Pessoal”?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário