sábado, 19 de setembro de 2015



Há muito tempo não lia nada tão sensato sobre liderança...


Uma reflexão sobre a essência da liderança

Por Marcos Baumgartner

Me lembro de uma frase escrita em 1830: “Você é o rei, vive sozinho! Siga o caminho onde o seu espírito o leva”. Estas palavras de Alexander Pushkin são, para mim, uma ótima metáfora do conceito de liderança, que é incentivar cada indivíduo a ser ele próprio, em vez de esperar a chegada de um poderoso líder mágico que adormece a consciência e anula a liberdade.

Em essência, a liderança não é privilégio de poucos, mas sim uma possibilidade potencial do humano para crescer e transformar-se. Crescer não significa sair de si mesmo, mas sim, a possibilidade de alguém assumir de forma responsável a gestão da própria existência, por meio da inteligência e da ação.

Não quero pensar a inteligência como habilidades mentais ou racionais. Esse pensamento já foi ultrapassado por teorias como a de Gardner, que propõe a existência de múltiplas inteligências, ou Goleman, que investiga o que ele chama de “inteligência emocional”, definida pela capacidade do indivíduo de compreender, assimilar e gerir emoções, as próprias e as dos outros.

Sendo atrevido, quero complementar Goleman dizendo que a inteligência de um líder é determinada por sua capacidade de sair do determinismo de uma situação e tomar decisões livremente. Acredito que o tipo de inteligência necessário para conduzir nossas próprias vidas e influenciar positivamente a dos outros nada tem a ver com matemática ou habilidades racionais. É muito mais uma inteligência ligada ao trabalho da Vontade. A coragem de unir razão e desejo, superando medos que nos impedem de fazer o que queremos. Mas há, nessa ideia, uma ameaça latente muito bem representada na frase do filósofo existencialista Gabriel Marcel, “quem não vive como pensa, acaba pensando como vive”. Anote! Essa é, sem dúvida, uma frase para lembrar todos os dias. Viver como se pensa pode até parecer simples, mas, na vida não basta termos um pensamento lúcido e profundo. É necessário agir. 

“Se você quer se conhecer, aja”, dizia Goethe. Entretanto, uma enorme dificuldade se esconde nessa afirmação. Pensar é fácil, o difícil é agir. E, agir de acordo com o que pensamos talvez seja das coisas mais difíceis de se fazer. Acredito que pensar com calma e agir rapidamente sejam duas importantes premissas para o exercício da liderança. Mas, é sempre bom lembrar que o líder deve estar aberto para possíveis erros, uma vez que ninguém está isento de falhar. Excelência não é eliminar a possibilidade de falha, mas sim, ser capaz de enfrentá-la e corrigi-la. 

Para mim, existem três desafios poderosos que desviam as pessoas na busca da própria liderança: tempo, dinheiro e poder. 

O desafio do tempo não reside em libertar-se do trabalho. Este desafio, de modo mais amplo, é saber viver o presente. Combater essa tendência humana de idealizar o passado para mitificar um tempo diferente daquele em que nos encontramos. Estamos sempre correndo atrás do tempo. Viver no presente não significa ignorar o passado ou fechar os olhos para o futuro, porque se o passado é uma fonte de aprendizagem, o futuro requer planejamento e disponibilidade para riscos. Trata-se apenas de olhar para eles de forma correta, sem sacrificar viver verdadeiramente o momento presente.

O desafio do dinheiro está relacionado a encontrar uma motivação mais significativa para nossas ações. A história tem dado provas suficientes de que quando o dinheiro é assumido como um fim, o ser humano fica submetido e degradado. Enquanto juntar mais e mais dinheiro for a única preocupação, os motivos para ação só nos afastarão do nosso verdadeiro propósito, enquanto líderes, de agir em prol do crescimento dos outros. 

E, em relação ao poder, o desafio é que liderança exige desapego, humildade, sinceridade e muito humor. Tem muito mais a ver com responsabilidades e deveres do que com direitos e privilégios.
Fonte: http://rtd.com.br/.
__________________________
Fonte: revista T&D – Inteligência Corporativa, edição 190, ago-set/2015. Capturado em 19/set/2015, em  https://bc.pressmatrix.com/en/profiles/93eb6586267e/editions/6b2df498b8da712bf7ee/pages/page/2.

-o-